Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Polícia investiga furto de carga de materiais recicláveis avaliada em R$ 15 mil

Divulgação

A Polícia Judiciária Civil de Lucas do Rio Verde está à investigando três homens suspeitos de terem cometido furto de um bag com material reciclado avaliado em aproximadamente R$ 15 mil.

O furto aconteceu no último domingo, dia 28 de outubro, no pátio de uma empresa localizada no bairro Dalmaso, nas proximidades da Escola Militar.

Imagens de uma das câmeras de segurança mostra o momento em que ao menos dois homens aparecem, sendo que um deles, revira os bags a procura de materiais de valor comercial. Um terceiro fica dentro do carro e não é possível vê-lo nas imagens.

De acordo com o delegado Eugênio Rudy, os criminosos furtaram materiais alumínios que tem um valor comercial expressivo.

“A câmera de videomonitoramento mostra o momento em que duas pessoas saem do veículo e realizam a subtração daquele material que estava ali. Os investigadores de posse dessas imagens conseguiram identificar essas pessoas. As investigações continuam, pois estamos à procura da pessoa que receptou o material furtado e em breve estaremos com o material recuperado e com o autor da receptação. É importante dizer que quem recebe esse material ilícito, pratica crime de receptação qualificada e não cabe sequer fiança, por parte da autoridade policial”, descreveu o delegado.

PRECAUÇÃO 

O delegado relatou ainda, como empresas idôneas que trabalham com a compra e revenda de materiais recicláveis, podem se proteger e evitar receber produtos de furto.

“Pela quantidade de material que ela recebe; pela pessoa que oferece. Por exemplo, se um empresário do ramo recebe 100 ou 200 quilos de cobre, é importante que seja questionado com o que a pessoa trabalha para ter conseguido grande quantidade desse material. Então são perguntas simples que podem tirar duvidas sobre a origem do material. É importante ainda que o empresário registre no livro o endereço, telefone e o nome da pessoal de quem se adquire. Se é de boa fé, essas medidas são importantes para que depois o empresário não venha a responder pelo crime de receptação qualificada”, concluiu o delegado Eugênio Rudy.

30/11/2021 | Alternativa FM/João Ricardo


Mais Noticias

21/01/2022 | Lucas do Rio Verde

Gestores e coordenadores da Rede Municipal foram empossados nesta sexta-feira (21)

Cerimônia também contou com homenagens e entrega de materiais didáticos

21/01/2022 | Lucas do Rio Verde

Novas viaturas para a Guarda e caminhão de sinalização são entregues pela Prefeitura

Um dos veículos da corporação será exclusivamente para a Patrulha Maria da Penha

21/01/2022 | Lucas do Rio Verde

Covid-19: Confira como será o esquema de vacinação na próxima semana

Calendário estará válido entre os dias 24 a 28 de janeiro

20/01/2022 | Lucas do Rio Verde

Gestão Municipal reorganiza e melhora fluxo de atendimento nos PSFs

Secretaria de Saúde orienta sobre medidas adotadas para garantir suporte necessário aos luverdenses

VEJA MAIS