Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Confira as orientações sobre matrículas e transferências na Educação do município

Portaria apresenta disposições sobre procedimentos e lista com documentos necessários

O período de organização para o ano letivo de 2022 já teve início na Secretaria de Educação de Lucas do Rio Verde. Muitos pais ou responsáveis têm dúvidas sobre procedimentos envolvendo transferências, pré-matrículas e as matrículas, efetivamente, e, para facilitar, a pasta disponibilizou a Portaria nº 2176/2021

A portaria com a listagem dos documentos necessários para os procedimentos também está disponível em anexo, ao fim da matéria. A montagem das turmas para o ano de 2022 será feita de 13 a 16/12/21. 

Confira abaixo algumas informações importantes sobre a regulamentação do período de rematrícula automática, pré-matricula digital e matrícula presencial dos alunos das unidades escolares municipais. A secretaria salienta que é obrigatória a apresentação da carteira de vacinação no ato da matrícula. 

Durante todo o processo, o ponto de apoio dos pais é a Central de Vagas, onde eles podem comparecer em caso de dificuldades para pedir auxílio. A unidade está atendendo de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h, no Centro de Formação, que fica na Avenida Espírito Santo, bairro Jardim das Palmeiras, próximo à Escola Caminho para o Futuro. O telefone para contato (65) 3549-7111. 

Rematrícula

O processo de rematrícula será efetuado automaticamente pela secretaria escolar, para todos os alunos, no mesmo turno e horário matriculados em 2021 ou no horário que a unidade escolar ofertar em 2022. A rematrícula automática será realizada nos dias 29 e 30/11. 

Transferência

Os pais que desejam mudar o aluno de escola devem apresentar até dia 26/11 o comprovante de endereço que comprove a mudança de residência. Caso exista vaga disponível para transferência, a central entrará em contato com os pais/responsáveis. Caso não haja a vaga para a transferência nesse período, o aluno entra na fila de espera. 

Ou seja, os alunos que solicitaram transferência para outra escola da rede devem permanecer matriculados na unidade de origem, até que sejam chamados pela Central de Vagas. 

Com a confirmação da transferência, os responsáveis devem retirar o encaminhamento para matrícula na Central de Vagas e levar na escola de origem para retirar a declaração de transferência. O documento devera ser apresentado na unidade escolar de destino do aluno, no prazo de 48 horas. 

Pré-matrícula digital 

A pré-matrícula digital foi desenvolvida para os ALUNOS NOVOS vindos de outros municípios/estados do Brasil (com transferência escolar) ou que iniciarão sua vida escolar em Lucas do Rio Verde no ano de 2022. 

A pré-matricula digital será realizada pelo período de 02 a 14/01/22, pelo site da Prefeitura, na aba matrículas, na página da Secretaria de Educação

Matrícula presencial 

As matrículas presenciais serão realizadas a partir de 26/01/22, após os pais ou responsáveis serem informados pela Central de Vagas sobre o resultado da pré-matrícula. Eles devem se apresentar na unidade escolar direcionada pela central para realizar o procedimento com a documentação necessária.

O não comparecimento na escola indicada pela central, dentro do prazo de 48 horas, a partir da retirada do encaminhamento, implica na perda da vaga. 

24/11/2021 | Por Ascom Prefeitura/ Aline Albuquerque


Mais Noticias

01/12/2021 | VIOLENCIA SEXUAL

Violência sexual; um crime com autor conhecido

01/12/2021 | EDUCAÇÃO

Secitec de Lucas do Rio Verde abre inscrições para três cursos técnicos

Ao todo, são 120 vagas distribuídas entre os cursos de Comércio Exterior, Logística e Agricultura

01/12/2021 | GERAL

Curso de salgados tem inscrições abertas no Cras de Lucas do Rio Verde

Parceria com o Senac abriu 20 vagas para serem preenchidas até sexta (03)

01/12/2021 | GERAL

Lei garante contratação de 30% dos artistas locais em eventos do Município

Chamada “Artistas da Nossa Terra”, a lei estabelece que percentual deve ser distribuído de forma igualitária

VEJA MAIS