Vereadores, Paulista e professora Cristiani, conseguem a liberação de recurso atrasado

Foram liberados pouco mais de R$ 1 milhão, o valor será investido na ampliação do número de vagas da educação infantil
Arquivo Pessoal

Trabalho em conjunto dos  vereadores, Marcos Paulista (PTB) e professora Cristiani Dias (PT), da secretária municipal de Educação Cleusa de Marco, com o apoio dos deputados federais, Neri Geller (PP) e Rosa Neide (PT),  garantiu a Lucas do Rio Verde, a liberação de pouco mais de R$ 1 milhão.

O recurso é referente a repactuação, entre município e Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), com a destinação de valores referentes a abertura de novas escolas e novas turmas, em2018.

Segundo a vereadora professora Cristiani Dias, o pagamento do recurso estava atrasado. São R$ 685 mil do Centro de Educação Infantil Girassol e R$ 368 mil, referente as novas salas do Centro de Educação Infantil Balão Mágico.

"É um recurso destinado para auxiliar no custeio do funcionamento da escola. É calculado de acordo com o número de alunos e deve ser investido na manutenção, pequenos reparos e ampliação da estrutura."

Na quarta-feira (10), os vereadores, a secretária municipal de Educação e os deputados federais se reuniram com representantes do FNDE, para tratar da liberação dos recursos atrasados.

Segundo o vereador Marcos Paulista (PTB), a liberação do valor só foi possível graças ao apoio dos deputados federais. O recurso já foi depositado na conta do município, nesta sexta-feira (12).

"Voltamos de Brasília, com a certeza de que estamos cumprindo com o nosso papel, representar os interesses de Lucas do Rio Verde. Conseguimos o pagamento de um recurso atrasado e estamos trabalhando para viabilizar novos convênios, para a construção de novas escolas."

Marcos Paulista e professora Cristiani Dias viajaram a Brasília, na segunda-feira (08), para participarem da XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Na agenda também teve a reunião com o FNDE e o lançamento da 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública.

13/04/2019 | Ascom/Marcello Paulino