Suspeito de aplicar golpes é detido em Lucas do Rio Verde

Divulgação

Um jovem, 21 anos, foi detido no final da tarde dessa sexta-feira (22) por investigadores da Polícia Judiciária Civil em Lucas do Rio Verde-MT. O rapaz é suspeito de anunciar produtos na internet para venda e após receber valores dos possíveis compradores, não entregada nenhum produto.

Além disso, o investigado estava circulando nas ruas da cidade com um veículo VW modelo Virtus, que pertence a uma locadora. O carro era para ter sido devolvido no dia 01 de maio, porém, o rapaz além de não fazer a devolução, descaracterizou o veículo para não ser reconhecido.

De acordo com as investigações, para locar o carro, o suspeito usou nome de um amigo, pois o mesmo se quer, tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

“Ao fazermos uma checagem em seu nome, descobrimos que existem seis boletins de ocorrência em seu desfavor, todos por estelionato. E ao fazermos uma pesquisa mais aprofundada, descobrimos que ele costuma cometer vários golpes, entre eles, a venda de produtos pela internet, como aparelhos celulares, a qual ele não entrega os produtos após a pessoa depositar valores em dinheiro”, comentou o investigador Wladmir Mesquita.

Para proceder com os golpes, o jovem utiliza endereços e até números de telefones de pessoas próximas a ele, em caso de cobranças.

“Então ele acaba comprometendo várias outras pessoas que não tem nada a ver com a história ao aplicar vários golpes e prejudicando as pessoas, que na boa fé, tentavam comprar algum produto, acabavam sendo lesadas. Inclusive descobrimos que ele aplicou o golpe em pessoas até do Mato Grosso do Sul”, complementou Mesquita.

A Polícia Civil orienta para que as pessoas que caíram em golpes parecidos a estes, que façam o boletim de ocorrência a fim de verificar se o golpista é o mesmo suspeito detido nesta sexta-feira.

“É importante frisar que as pessoas tomem muito cuidado ao comprar produtos pela internet. Busque saber as procedências, comentário de pessoas que já compraram para que esse comprador não seja lesado. Caso compre algum produto e perceba que caiu num golpe, compareça imediatamente na Delegacia de Polícia com o maior número de informações possíveis para que a gente possa fazer um trabalho investigativo e penalizar quem esteja cometendo estelionatos”, finalizou Mesquita.

22/05/2020 | ALTERNATIVA FM