Rota Urbana leva cultura e arte à praça do Cerrado

O projeto Rota Urbana será realizado semanalmente
Ascom Prefeitura/Ederson Bones

A Praça do Bairro Cerrado virou palco do hip hop e da capoeira. A 1ª edição da Rota Urbana 2019 reuniu cultura e arte num só espaço. Crianças, jovens e adultos se reuniram para assistir as apresentações e o evento ainda contou com batalha de MCs.

Para o secretário de Cultura, Ruam Villas Boas, a ideia é aproximar a cultura da população, indo até os bairros, ocupando os espaços públicos e levando atividades para as crianças e jovens. "Estamos descentralizando a cultura e trazendo nossas apresentações e oficinas para a Praça do Cerrado. Aqui as crianças e adolescentes já podem fazer suas inscrições e participar das nossas oficinas", destacou.

O projeto Rota Urbana será realizado semanalmente e tem o objetivo de apresentar para a população a cultura difundida pelo hip hop e pela capoeira. "Toda quarta-feira estaremos na praça apresentando nossas oficinas para a população do bairro", ressaltou Junior Munhoz, coordenador do evento.

O professor de capoeira Anjo, que comanda as oficinas e o grupo Alcateia, destacou as oficinas que estão sendo realizadas no local. "Convidamos a população para trazer seus filhos para participarem de nossas oficinas que ocorrem todas terças e quintas aqui na Praça do Cerrado. A capoeira tem crescido bastante em todo Brasil e é uma atividade que traz inúmeros benefícios, além de ser uma expressão cultural muito forte de nosso povo", completou.

A Rota Urbana acontece todas as quartas-feiras, a partir das 18h30, e as oficinas culturais de hip hop e capoeira são realizadas todas as terças e quintas no contêiner da Praça do Bairro Cerrado, das 7h às 11h e das 13h às 17h. As inscrições são gratuitas e realizadas no local. O atendimento é realizado de segunda a sexta, das 7h às 11h e das 13h às 17h.

14/03/2019 | Ascom Prefeitura/Cultura - Dayse Karol