Professor é morto a pauladas em pesque e pague de propriedade dele em MT e suspeita é de latrocínio

Caminhonete que Sérgio Ferreira Dias, de 55 anos, tinha comprado há 40 dias e três armas de fogo que estavam na casa foram levadas.
Arquivo pessoal

O dono de um pesque pague foi assassinado a pauladas na segunda-feira (11), em Pedra Preta. O crime ocorreu à noite e só foi descoberto pela polícia na manhã da terça-feira (12). A principal linha de investigação é de latrocínio - roubo seguido de morte.

Sérgio Ferreira Dias, de 55 anos, que é professor aposentado, foi morto na casa onde morava, no pesque e pague, que abriu há pouco mais de quatro anos na zona rural de Pedra Preta.

Segundo a família, o então empresário era apaixonado por pesca e muito conhecido na região porque foi professor da rede estadual nesta escola onde se aposentou no ano passado.

A perícia e a Polícia Civil estiveram no local do crime no começo da tarde. A família acredita que Serginho, como a vítima era chamada, tenha sido rendido por criminosos na noite da segunda-feira, no momento em que chegava de carro em casa.

Uma caminhonete que a vítima tinha comprado havia 40 dias e três armas de fogo que estavam na casa, foram levadas. Nenhum suspeito do crime havia sido preso até a publicação desta reportagem.

13/03/2019 | G1 MT