Prefeitura de Lucas do Rio Verde e Correios trabalham para expandir entrega de cartas e mercadorias para toda cidade

A prefeitura poderá ceder dois servidores municipais para auxiliar no projeto de expansão
Ascom Prefeitura

Com o objetivo de auxiliar a Agência dos Correios local para que haja a expansão da entrega domiciliar e melhorar a qualidade dos serviços prestados, a Prefeitura de Lucas do Rio Verde encaminhou à Câmara de Vereadores o Projeto de Lei nº 04/2020. A intenção do Executivo é firmar um termo de cessão com a instituição para cedência de dois servidores.

O projeto faz parte do trabalho da prefeitura em fornecer auxílio para que o Correios regularize a distribuição de cartas e encomendas para todo o município. No início deste ano, o prefeito Luiz Binotti recebeu a visita do gestor da agência dos Correios de Lucas do Rio Verde, Itarlan Moreira Martins, e o supervisor da unidade, Rogério Gonçalves Bauermann, que solicitaram ao Executivo Municipal suporte para a expansão da entrega dos Correios para toda cidade.

A unidade dos Correios de Lucas do Rio Verde iniciou, no segundo semestre de 2019, estudos para expansão da entrega domiciliar, cujo resultado apontou a necessidade de mais profissionais. Atualmente, a Agência dos Correios possui apenas 10 funcionários em atividade externa e 01 supervisor.

Conforme a proposta do termo de cessão, os dois servidores públicos cedidos irão auxiliar as atividades internas da Agência dos Correios de Lucas do Rio Verde, com carga horária de oito horas diárias, de segunda a sexta-feira, no âmbito do município, conforme legislação postal e normas internas vigentes.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, ou simplesmente Correios, é uma empresa pública federal responsável pela execução do sistema de envio e entrega de correspondências no Brasil e tem como missão conectar pessoas, instituições e negócios por meio de soluções postais e logísticas acessíveis, confiáveis e competitivas.

O projeto de lei foi protocolado na Câmara Municipal e deverá ser encaminhado pelos vereadores às comissões especiais de análise para posteriormente ser colocado em votação.

11/02/2020 | Por Ascom Prefeitura/Carolina Matter