PM recupera produtos furtados e dois são conduzidos em Lucas do Rio Verde

JOÃO RICARDO

Dois foram conduzidos e a Polícia Militar (13º BPM) recuperou produtos furtados de uma revendedora de bebidas e tabacaria. O furto aconteceu durante a madrugada desta sexta-feira (09), no estabelecimento localizado na Avenida Vitória Régia, no bairro Bandeirantes em Lucas do Rio Verde.

Com os suspeitos, sendo um menor de 15 anos e um maior, 20 anos, a guarnição composta pelos Soldados PM Araújo e Soldado PM Henrique, foram localizados diversos produtos, dinheiro e bebidas que foram subtraídos.

De acordo com Araújo, a guarnição fazia rondas na região do bairro Bom Jesus, momento em que avistou a dupla.

“Diante das informações que tínhamos (referente ao furto) desde quando entramos em serviço, estávamos patrulhando no bairro Bom Jesus na Avenida Goiás, quando nos deparamos com os suspeitos. Sendo que um já é conhecido por passagem por tráfico, inclusive no momento da abordagem encontramos com eles três trouxas análogas à maconha, e com ele havia uma mochila onde estava um narguilé onde não soube informar a procedência”, comentou o policial.

Diante das evidencias, a dupla confessou que entrou no estabelecimento durante a madrugada. Após isso, os militares em diligencia na residência onde o menor está morando, encontrou arte dos produtos furtados.

Já no bairro Bandeirantes, na casa onde o maior reside, foram localizados outros produtos do furto.

09/04/2021 | ALTERNATIVA FM


Mais Noticias

12/05/2021 | GERAL

Rota do Oeste oferece sete vagas para contratação imediata em Lucas do Rio Verde

12/05/2021 | POLÍCIA

Jovem se apresenta na delegacia em Lucas do Rio Verde e fica preso por homicídio

12/05/2021 | GERAL

Comissão aprova uso de aviões agrícolas no combate a incêndios florestais

Aviador há mais de 25 anos, Comandante Antônio Carlos comemora mais esta conquista para a aviação agrícola.

12/05/2021 | SAÚDE

Lucas do Rio Verde abre pré-cadastro para pessoas com comorbidades na vacinação contra a Covid-19

Pacientes precisarão de laudo médico e comprovação de comorbidades listadas pelo Ministério de Saúde, além de seguir a faixa etária indicada no Plano Nacional de Vacinação

VEJA MAIS