Perícia identifica homem que morreu carbonizado após bater carro de frente com ônibus em MT

A identificação foi feita por meio do exame de Odontologia Legal.
PRF/Divulgação

O motorista que teve o corpo carbonizado após bater o carro em um ônibus na BR-136/364, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, foi identificado como Marcos Vinícius Vargas Vasconcelos. A identificação foi feita por meio do exame de Odontologia Legal.

Conforme a perícia criminal, a batida aconteceu pela invasão de faixa do carro conduzido pela vítima, que bateu de frente com um ônibus de passageiros que seguia no sentido Várzea Grande. O carro foi consumido pelas chamas, vindo a ser identificado posteriormente durante a perícia de identificação veicular, a partir do número do chassi.

Devido à carbonização total das mãos da vítima, descartou-se a possibilidade de identificação pelas impressões digitais, partindo-se, então, para a identificação por meio da arcada dentária, mediante o envio, pelos familiares, de documentação odontológica da suposta vítima para o processo de identificação.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), oito passageiros que estavam no ônibus ficaram feridos. Um deles precisou ser encaminhado para uma unidade de saúde.

A PRF informou ainda que o ônibus saiu de Alta Floresta e seguia para a capital.

Segundo a concessionária que administra o trecho, o condutor do ônibus disse que o carro invadiu a pista contrária e bateu de frente. O veículo transportava 27 passageiros.

14/03/2019 | G1 MT