Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

No Dia do Agricultor conheça o trabalho de um dos setores que move a economia luverdense

Foto: Ascom Prefeitura/ Rayan Nicacio

Responsável por um dos maiores setores da economia do país, a agropecuária emprega milhares de brasileiros que colaboram para o movimento dessa cadeia. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura geraram mais de 42 mil postos de trabalho em maio, quando o último balanço foi divulgado.

Mato Grosso segue liderando como o maior produtor de soja do Brasil - maior produtor da oleaginosa no mundo. Segundo a Embrapa, a expectativa é que sejam colhidas mais de 35 milhões de toneladas dos mais de 10 milhões de hectares de área plantada no Estado. Por trás desses tão significativos indicadores há uma figura fundamental para esse negócio: o agricultor, que tem seu dia celebrado nesta quarta-feira (28). 

No ano passado, a agropecuária foi responsável por 6,8% do PIB nacional, ao lado do comércio (13,6%), a indústria (20,4%) e os serviços (72,8). Lucas do Rio Verde é uma das cidades com significativa produção agropecuária.  

Juraci Turcato veio para Lucas com a família e juntos eles plantam hortaliças e comercializam no município desde o final da década de 90. A produção começou pequena e hoje a chácara Girassol, às margens da MT-449, abastece as prateleiras de grandes supermercados da cidade. 

Todos os dias bem cedinho a rotina dele é a mesma: acorda antes das cinco horas e vai lidar com a terra.“É um grande orgulho não só para mim, mas para minha família, pois a gente vê que com o trabalho se consegue fazer as coisas”, disse o agricultor. 

José Quichiler é outro agricultor luverdense que arriscou ao plantar as culturas de banana e abacaxi, seu sustento há cerca de 15 anos. Segundo ele, todos afirmavam que o solo de Lucas do Rio Verde não era apropriado para plantar as frutas. Entretanto, com insistência e trabalho, atualmente ele vive de sua plantação localizada na Comunidade Cedro. 

“Conseguimos entregar uma média de 14 toneladas de bananas por mês. Também atendemos algumas vezes a merenda escolar do município. A gente sempre foi empregado e batalhou muito para chegar aqui”, contou Quichiler. 

O produtor pioneiro Domingos Munaretto saiu do Paraná com a família de comerciantes com destino ao Mato Grosso no fim da década de 1970. Compraram terras em Lucas do Rio Verde e logo começaram a plantar, quando a agricultura mecanizada ainda começava a ganhar força. Atualmente, Munaretto é um grande produtor de soja e milho. 

“A gente veio pra cá e as coisas foram acontecendo ao natural. O Brasil foi crescendo, precisamos de mais alimento e sem querer nós estávamos no meio de toda essa evolução. Tenho muito orgulho de ser um agricultor e luverdense”, finalizou Domingos.  

28/07/2021 | Por Ascom Prefeitura/ Aline Albuquerque


Mais Noticias

27/09/2021 | FERROVIA

Lucas do Rio Verde poderá se tornar grande centro tecnológico, afirma Marino Franz

27/09/2021 | SAUDE

PRIMEIRA DOSE - Luverdenses de 18 anos completos ou mais são convocados para vacinação contra a Covid-19

Ação será realizada nesta segunda-feira (27), das 18h às 20h, no Parque de Exposições, com acesso apenas para pedestres

27/09/2021 | Por Ascom Prefeitura/ Aline Albuquerque

Prefeitura de Lucas do Rio Verde investe R$ 5 milhões para recuperação asfáltica da MT-449

Serão quatro meses de obra no perímetro urbano e a orientação aos motoristas é mais atenção ao tráfego na rodovia

24/09/2021 | POLICIA

Polícia Civil de Lucas do Rio Verde recupera equipamentos avaliados em R$ 80 mil

VEJA MAIS