Mais Policiais Penais testam positivo para Covid-19 em Nova Mutum

Presidente do Sindspen fala sobre preocupação com servidores
Divulgação

Subiu para 10, o número de Policiais Penais lotados na cadeia pública de Nova Mutum, que testaram positivo para Covid-19. Nove dos servidores estão em isolamento domiciliar e de acordo com informações apuradas pelo CenárioMT, é de que o quadro clínico dos mesmos é estável. Até essa quarta-feira (29) eram seis servidores contaminados, porém, nesta quinta-feira (30) outros quatro testaram positivo.

Um dos Policiais Penais de Nova Mutum, um paciente de 55 anos, continua internado em um hospital de Cuiabá-MT em estado grave. O servidor está entubado e permanece em uma unidade de tratamento intensivo – UTI.

Como informando anteriormente pelo CenárioMT, dos 110 detentos reclusos na unidade de Nova Mutum, 79 testaram positivo para a Covid-19. (LEI AQUI)

Atualmente a Cadeia Pública de Nova Mutum conta com 11 Policiais Penais, mais o diretor. Dois servidores do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Tangará da Serra foram remanejados para dar suporte.

O CenárioMT manteve contato com o presidente interino do Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (Sindspen), Gilsinei Gomes, o qual relatou a preocupação com o aumento gradativo de servidores contaminados, não só na cadeia de Nova Mutum, mas também em todo estado. Atualmente são 191 Policiais Penais contaminados em Mato Grosso.

“Essa situação tem preocupado a categoria, tem preocupado nós do Sindicato, pois a cada dia tem novas baixa, nossos servidores tem sofrido com a pandemia. Esperamos que o Governo tome medidas mais rígidas contra a Covid-19”, frisou Gomes.

O Presidente do Sindicato destacou que está sendo cobrada do Governo do Estado a Jornada Voluntária, aprovada desde de 2017, através da Lei nº 15.086.

“Essa medida permitirá ao Policial Penal uma jornada extraordinária, o que seria ideal neste momento de pandemia para dar um folego aos nossos guerreiros que estão na linha de frente, na ponta da lança estão sofrendo. A cada dia estamos tendo baixa e vinhamos com déficit de efetivo e devido a pandemia o pessoal de grupo de risco se afastou. Férias e licença prêmios acabaram canceladas por causa da pandemia. Os servidores que estão na linha de frente estão exaustos e Jornada Voluntária seria uma maneira de aliviar um pouco para esses guerreiros que estão nas unidades”, concluiu Gomes.

30/07/2020 | ALTERNATIVA FM/CENÁRIOMT