Lucas do Rio Verde abre pré-cadastro para pessoas com comorbidades na vacinação contra a Covid-19

Pacientes precisarão de laudo médico e comprovação de comorbidades listadas pelo Ministério de Saúde, além de seguir a faixa etária indicada no Plano Nacional de Vacinação
Ascom Prefeitura

Nesta quarta-feira (12), a Prefeitura de Lucas do Rio Verde abriu o pré-cadastro para pessoas com comorbidades, grupo incluído pelo Ministério da Saúde na vacinação contra a Covid-19. O processo será por meio de pré-cadastro, análise de documentos e agendamento.

QUEM ENTRA NO GRUPO DE COMORBIDADES?

De acordo com o Plano Nacional de Operacionalização (PNO), na fase I são contempladas pessoas com Síndrome de Down acima de 18 anos, pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal – hemodiálise (acima de 18 anos), gestantes e puérperas com comorbidades acima de 18 anos, pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos e pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), de 55 a 59 anos.

Confira as comorbidades aptas pelo Ministério da Saúde neste link.

COMO SE CADASTRAR?

Para se cadastrar, o paciente deve entrar no site www.lucasdorioverde.mt.gov.br e preencher atentamente os campos obrigatórios, dando atenção especial ao número atualizado de telefone. 

No pré-cadastro é solicitado arquivo anexo dos seguintes documentos: laudo médico que identifique e descreva a comorbidade, receita ou exame médico e comprovante de endereço de Lucas do Rio Verde.

A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um modelo de laudo médico que pode ser impresso e preferencialmente utilizado por profissionais médicos da rede pública e privada do município.

Todos os documentos e declarações apresentados são de total responsabilidade da pessoa e de quem os emitiu. Informamos que o cadastro será enviado aos órgãos de controle e, em caso de informações falsas, ficarão sujeitos às responsabilizações administrativas, civis e penais aplicáveis.

O cadastro deve ser feito exclusivamente pelo formulário que está disponível no site da Prefeitura de Lucas do Rio Verde. Não serão aceitos envios por e-mail ou telefone.

O objetivo do pré-cadastro é organizar as filas e prioridades na distribuição das vacinas e realizar a conferência de documentos fornecidos. O pré-cadastro NÃO É GARANTIA de agendamento ou recebimento da vacina.


ANÁLISE E AGENDAMENTO

Os cadastros recebidos passarão por uma triagem da equipe técnica da Secretaria de Saúde e, após análise, as pessoas serão agendadas por ordem de confirmação e validação do cadastro.

Após avaliação de documentos, a Saúde entrará em contato para avisar sobre dia, horário e local do recebimento da vacina. A aplicação das vacinas será realizada nas unidades básicas de saúde do Município. A pessoa será agendada no PSF mais próximo de sua casa (informado no formulário de pré-cadastro).

Ao comparecer no dia da vacina, levar apenas documento oficial com foto e carteira vacinal.


DIRETRIZES

O município continuará seguindo a ordem de prioridade do Ministério da Saúde no agendamento da vacinação e dará sequência na convocação do próximo público-alvo a medida que houver recebimento de doses destinadas a isso. Simultaneamente, a Secretaria de Saúde continuará realizando a imunização de idosos faltantes, profissionais da saúde e agentes das Forças de Segurança.

Os critérios de priorização da vacinação são definidos no Plano Nacional de Operacionalização e Imunização, e o avanço dos grupos prioritários só acontece de acordo com a demanda de doses recebidas pelo Governo de Mato Grosso. Ao Município cabe receber, gerir e aplicar as vacinas, garantindo que todos dos grupos prioritários sejam imunizados em primeira e segunda dose.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, após a conclusão do grupo prioritário da fase I, futuramente, na fase II, a previsão é vacinar segundo as faixas de idade de 50 a 54 anos, 45 a 49 anos, 40 a 44 anos, 30 a 39 anos e 18 a 29 anos: pessoas com comorbidades, pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no BPC e gestantes/puérperas independentemente de condições preexistentes.


COMORBIDADES – FASE I DA VACINAÇÃO

De acordo com o Ministério da Saúde, são consideradas comorbidades aptas para receber a vacina nesta fase:

1) Diabetes mellitus
2) Indivíduos com pneumopatias graves incluindo doença pulmonar
obstrutiva crônica, fibrose cística, fibroses pulmonares, pneumoconioses, displasia broncopulmonar e asma grave (uso recorrente de corticoides sistêmicos, internação prévia por crise asmática)
3) Hipertensão Arterial Resistente (HAR) - quando a pressão arterial (PA) permanece acima das metas recomendadas com o uso de três ou mais anti-hipertensivos de diferentes classes, em doses máximas preconizadas e toleradas, administradas com frequência, dosagem apropriada e comprovada adesão ou PA controlada em uso de quatro ou mais fármacos antihipertensivos; 
4) Hipertensão arterial estágio 3 (PA sistólica ≥180mmHg e/ou diastólica ≥110mmHg independente da presença de lesão em órgão-alvo (LOA) ou comorbidade
5) Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade (PA sistólica entre 140 e 179mmHg e/ou diastólica entre 90 e 109mmHg na presença de lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade)
6) Insuficiência cardíaca (IC) com fração de ejeção reduzida, intermediária ou preservada; em estágios B, C ou D, independente de classe funcional da New York Heart Association
Cor-pulmonale
7) Hipertensão pulmonar
8) Cor-pulmonale crônico, hipertensão pulmonar primária ou secundária
9) Cardiopatia hipertensiva Cardiopatia hipertensiva (hipertrofia ventricular esquerda ou
dilatação, sobrecarga atrial e ventricular, disfunção diastólica e/ou sistólica, lesões em outros órgãos-alvo)
10) Síndromes coronarianas crônicas (Angina Pectoris estável, cardiopatia isquêmica, pós Infarto Agudo do Miocárdio, outras)
11) Valvopatias Lesões valvares com repercussão hemodinâmica ou sintomática ou
com comprometimento miocárdico (estenose ou insuficiência aórtica; estenose ou insuficiência mitral; estenose ou insuficiência pulmonar; estenose ou insuficiência tricúspide, e outras)
12) Miocardiopatias e
Pericardiopatias - Miocardiopatias de quaisquer etiologias ou fenótipos; pericardite
crônica; cardiopatia reumática
13) Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas - Aneurismas, dissecções, hematomas da aorta e demais grandes vasos
14) Arritmias cardíacas com importância clínica e/ou cardiopatia associada (fibrilação e flutter atriais; e outras)
15) Cardiopatias congênita no adulto - Cardiopatias congênitas com repercussão hemodinâmica, crises hipoxêmicas; insuficiência cardíaca; arritmias; comprometimento
miocárdico.
16) Portadores de próteses valvares biológicas ou mecânicas; e dispositivos cardíacos implantados (marca-passos, cardio desfibriladores, ressincronizadores, assistência circulatória de média e longa permanência)
17) Doença cerebrovascular - Acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico; ataque isquêmico transitório; demência vascular
18) Doença renal crônica estágio 3 ou mais (taxa de filtração glomerular <60 ml/min/1,73m2) e/ou síndrome nefrótica
19) Imunossuprimidos - Indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea;
pessoas com HIV positivo; doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses; neoplasias hematológicas
20) Hemoglobinopatias graves - doença falciforme e talassemia maior
21) Obesidade mórbida - Índice de massa corpórea (IMC) ≥ 40
22) Síndrome de down Trissomia do cromossomo 21
23) Cirrose hepática Child-Pugh A, B ou C


Anexos:

Lista de Comorbidades

Link para pré-cadastro

Modelo de Laudo Médico

Plano Nacional de Operacionalização (PNO)

Nota Técnica nº 461/2021

Site exclusivo sobre Coronavírus

12/05/2021 | ASCOM/ Prefeitura Municipal


Mais Noticias

18/06/2021 | SAÚDE

Secretaria de Saúde confirma duas mortes por Covid-19 em Lucas do Rio Verde

17/06/2021 | TRÂNSITO

Acidente entre cinco veículos deixa duas pessoas mortas; duas feridas e outras três ilesas

Cinco veículos se envolveram no acidente, com duas mortes, duas pessoas encaminhadas para hospital e outras 3 saíram ilesas.

17/06/2021 | TRÂNSITO

Carreta carregada com grãos tomba em rotatória da MT 449 em Lucas do Rio Verde

17/06/2021 | SAÚDE

Covid-19: Secretaria de Saúde de Lucas espera cerca de 1,5 mil pessoas em drive thru de vacinação

Campanha acontece nesta sexta-feira (18) no pavilhão do Centro de Eventos Roberto Munaretto e tem como alvo pessoas com mais de 55 anos

VEJA MAIS